quinta-feira, 20 de setembro de 2012

América-RN quer fechar a meta e subir na classificação da Série B

Roberto Fernandes, técnico do América-RN (Foto: Matheus Magalhães/GLOBOESPORTE.COM)Roberto Fernandes, técnico do América-RN
(Foto: Matheus Magalhães/GLOBOESPORTE.COM)

A lógica do futebol é simples como uma conta básica de matemática. Aquela equipe que marcar mais gols e tomar menos terrá um melhor desempenho na tabela de classificação. No América-RN não tem sido diferente e o fato de ter sofrido mais gols do que marcou nos últimos jogos foi responsável pela queda brusca do o alvirrubro na classificação da Série B.

Até a oitava rodada da Segundona, a pior posição da equipe potiguar havia sido a terceira colocação. Nas 17 rodadas seguintes, o América não conseguiu equilibrar ataque e defesa, venceu apenas quatro partidas, perdeu oito, e despencou da segunda para a 10ª posição.

Do jogos disputados neste intervalo, o alvirrubro não sofreu gols apenas na vitória diante do ABC, quando bateu o rival por 1 a 0, no Estádio Nazarenão. Em compensação, nas demais, teve a meta vencida 26 vezes, enquanto marcou em apenas 21 oportunidades.

O desempenho derrubou não apenas o aproveitamento, que era de 79% e passou a 33%, como reduziu o saldo total de gols de nove para apenas quatro, o segundo pior entre os 10 primeiros, perdendo apenas para o Avaí, nono colocado, com 37 pontos e apenas um gol de saldo.

Sobre a série de gols sofridos pela equipe nas partidas, o técnico Roberto Fernandes analisa que o nível da competição torna natural sofrer gols, em especial, pela dificuldade que todos os adversários da Segundona têm enfrentado.

- Qual equipe que não vem sofrendo gols? Os jogos têm sido muito equilibrados, os adversários estão buscando cada um dentro do seu melhor. Os gols que nós sofremos foram situações naturais de jogo - avaliou.

Nenhuma outra equipe enfrentou adversários diretos na briga por rebaixamento ou acesso como enfrentamos nas últimas 10 rodadas"

Roberto Fernandes, técnico do América-RN

O treinador minimizou o fato de o aproveitamento alvirrubro ter caído e aponta para o aumento da competitividade dos adversários na competição.

- Não crio nada cabeça. Acho absolutamente normal, dentro da competição, dentro dos objetivos que cada um tem, o campeonato fica mais difícil a cada rodada. Nenhuma outra equipe enfrentou adversários diretos na briga por rebaixamento ou acesso como enfrentamos nas últimas 10 rodadas - justificou.

Para tentar retomar o caminho das vitórias, o América entra em campo neste sábado, às 21h, no Estádio Coaracy da Mata, para enfrentar o ASA, em Alagoas. No primeiro turno, o time potiguar bateu o time alagoano por 2 a 0, no Nazarenão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário